imagem Notícias
Imprimir esta notícia        Enviar esta notícia por email

COLATINA VAI GANHAR FÁBRICA DE BIODISEL


29/06/2007 - A Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento, Aqüicultura e Pesca (Seag), em parceria com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a Prefeitura de Colatina e a Crescent Biodiesel do Brasil S/A assinaram, nesta quinta-feira (28), na sede da Seag, um convênio para construção de uma unidade de biodiesel com capacidade de produzir 100 mil toneladas por ano de biodiesel e 12.790 toneladas de glicerina, com investimentos superiores a R$ 182 milhões, o que irá gerar mais de 20 mil empregos e aumento na renda dos produtores do município.

A matéria-prima agrícola da unidade será o pinhão manso, espécie adaptável às condições climáticas do Espírito Santo, em especial da Região do Vale do Rio Doce e municípios vizinhos. Além disso, a fábrica será importante para fixar o homem no campo, fortalecer a pequena propriedade familiar nas cidades que participarão do projeto de fomento agrícola e, também, para preservar a estrutura fundiária com ênfase na pequena propriedade rural.
Outra alternativa de renda que a indústria permite é a comercialização do mel, "para manter a cultura do pinhão-manso e obter superprodução é necessário ter abelhas, já que é necessária a polinização intensa. Assim, o produtor tem o mel para ser vendido e de excelente qualidade", afirma o presidente da Crescent Biodiesel, Mário Konialidis.

A Prefeitura de Colatina está confiante que a implantação da usina será fundamental para aumentar as riquezas do município. "A fábrica de biodiesel irá possibilitar aumento do índice de participação do município nos impostos, além de criar mais oportunidade de renda aos produtores, que irão ter garantia de venda com segurança", disse o vice-prefeito de Colatina, Leonardo Deptulski, que participou da cerimônia de assinatura o convênio.

Entre as participações que a Seag terá para a implantação da unidade, o destaque é o apoio técnico-institucional à implantação do empreendimento agroindustrial sob orientação da Crescent Biodiesel, além de orientar sua implantação no que se refere ao pequeno produtor rural. O secretário de Agricultura, César Colnago destaca a importância da fábrica, e disse que "é uma atividade permanente que apresenta alternativa de diversificação agrícola e aumento de renda. Neste caso, a matéria-prima da empresa é o biodiesel, que substitui o diesel, uma tendência mundial, já que reduz o efeito estufa, pois substitui a utilização de combustíveis fósseis por combustíveis de biomossas ou energias limpas".

Em julho a empresa começa a cadastrar os produtores para que sejam inseridos no programa de cultivo do pinhão-manso. A previsão é de que a usina comece a ser construída em novembro deste ano. "A fábrica é uma ótima alternativa de renda, pois possibilita ao produtor, renda garantida por pelo menos 50 anos, já que a vida útil do pinhão-manso é longa", finaliza o presidente da Crescent Biodiesel, Mário Konialidis.

Clique aqui para ler mais notícias desta área

imagem Últimas notícias

21/11/2014 - Domingo tem a primeira rodada das semifinais do Campeonato Rural

21/11/2014 - Sábado tem a segunda rodada das semifinais do Rural Master de Futebol de Campo

21/11/2014 - Mais Futebol Sete amanhã em Jardim Planalto

21/11/2014 - Workshop Gestor de Moda no Sebrae Colatina será dia 24

21/11/2014 - Oficina de arte promove o protagonismo juvenil e cultura afro no CRJ

21/11/2014 - Atenção para interdição da Ponte Florentino Avidos nos próximos dias

21/11/2014 - Domingo tem Corrida Rústica de São Silvano

20/11/2014 - Semana do Bebê termina amanhã

Copyright©2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE COLATINA - Todos os Direitos Reservados.
Av. Ângelo Giuberti, 343 - Bairro Esplanada - CEP 29702-902 - Fone: (27) 3177-7000
Secretaria Municipal de Comunicação Social     « Fale com o Webmaster »