imagem Notícias

Imprimir esta notícia        Enviar esta notícia por email

Semana do Bebê vai mobilizar políticas públicas para crianças de 0 a 6 anos


18/09/2015 -

Vem aí a quarta edição da Semana do Bebê de Colatina. Será no período de 9 a 13 de novembro a “Mobilização de Políticas Públicas da Saúde e Assistência Social para a Proteção e Sobrevivência de Crianças de 0 a 6 anos – 1ª Infância”, na Câmara Municipal, com uma programação repleta de atividades de saúde, pedagógicas e artísticas, visando a defesa dos direitos das crianças na Primeira Infância.

Será voltada para as famílias com crianças de 0 a 6 anos, gestantes, puérperas, profissionais da Estratégias de Saúde da Família (ESF), médicos dos hospitais e maternidades, enfermeiros, adolescentes e a sociedade em geral.

A solenidade da abertura oficial da Semana do Bebê será no dia 9, às 8 horas, na Câmara Municipal, com o uso da Tribuna Livre. No dia 10, das 8 às 12 horas, haverá um Seminário com o tema “Novas Políticas Públicas de Atenção ao Parto Humanizado”, que vai destacar o parto normal, a paternidade e o parto humanizado, para médicos, enfermeiros e agentes de Saúde da Família. Haverá a exibição do filme “Renascimento do Parto”.

Segundo informou a articuladora do Selo Unicef Município Aprovado 2013/2016, de Colatina, Maria de Lourdes Merísio Fernandes, dentro do tema principal serão desenvolvidos os subtemas ”O Contato Pele a Pele” e “A Amamentação e o Canguru” e abordados assuntos como “Métodos não farmacológicos para alívio da dor no parto” e “Os Primeiros Cuidados: Vacinas, Teste do Pezinho e Higiene do Bebê”.

No dia 11, às 9 horas, haverá a palestra “Gravidez na Adolescência” na Escola Aristides Freire (Centro), e também às 14 horas, na Escola Municipal Bairro Colúmbia. No dia 12, às 9 horas, terá visita ao Hospital e Maternidade São José (Centro), e também às 14 horas, no Hospital e Maternidade Santa Casa de Misericórdia.

No dia 13, o encerramento do evento será na Praça Sol Poente, com atividades de lazer com os alunos do PEM Marcelo Correa, e na ocasião será realizada a entrega dos prêmios aos três primeiros colocados no Concurso de Desenho da Logomarca da Semana do Bebê.

Os objetivos da realização da Semana do Bebê são mobilizar a cidade e técnicos a discutirem a saúde física e mental dos bebês, avaliar os indicadores sociais, dar assistência às famílias, defender os direitos das crianças e adolescentes, orientar e educar para a prevenção e criar canais de comunicação que divulguem a importância da infância por um mundo de paz. Também é ampliar a cobertura da ESF, reduzir a mortalidade infantil, incentivar o aleitamento materno, reduzir a gravidez na adolescência e implementar políticas públicas de atenção ao parto humanizado.

O evento é uma realização da Prefeitura, por meio das Secretarias Municipais de Assistência Social, Trabalho e Cidadania (Semas), Saúde (Semus), Educação (Semed), Cultura, Esportes e Lazer (Semcel) e Conselhos Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Tutelar (CT).

Iniciativa

A Semana do Bebê é uma estratégia de mobilização social, de políticas públicas em favor dos direitos das crianças na Primeira Infância, que tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos, prioridade na agenda dos municípios brasileiros. A ideia é incentivar os municípios a realizar durante uma semana uma grande mobilização, por meio de oficinas, cursos, palestras e atividades culturais e artísticas.

Foi idealizada e coordenada pelos professores Salvador Célia e Odon Frederico Cavalcanti Carneiro Monteiro e o radialista Pedro Dias, na cidade gaúcha de Canela, como evento importante para a atenção à criança nos primeiros anos de vida. É realizada há mais de 10 anos na cidade e foi difundida para 25 outros municípios do Rio Grande do Sul e até para outros países. Ao longo dos anos foi encampada pelo poder público.

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância e a Adolescência), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), acompanhou a experiência em vários momentos e identificou seu potencial agregador de políticas para a área e a capacidade de contribuir com os demais municípios brasileiros e outros países na promoção dos direitos das crianças. A partir de 2010 começou a apoiar a iniciativa, por entender que a disseminação do evento em todo o país reforça a importância do “Compromisso com a sobrevivência infantil: uma promessa renovada”.

De acordo com o Unicef os seis primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento integral de meninos e meninas. Nessa fase da vida, a criança desenvolve grande parte do potencial cognitivo que terá quando adulto e por isso representa uma janela de oportunidades. A atenção integral nessa faixa etária tem impacto decisivo nos processos de aprendizagem e de construção de relações sociais, fatores que influenciarão a vida afetiva, profissional e social.

O interesse do Unicef é em apoio à estratégia “Toda Mulher Toda Criança”, lançada em 2010 pela ONU, cujo objetivo é acelerar os esforços dos governos e da sociedade de reduzir as mortes evitáveis de crianças de até seis anos, com ênfase nos primeiros dias de vida.

O Selo Unicef é um reconhecimento internacional que um município recebe pelo desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a qualidade de vida das crianças e adolescentes. Colatina recebeu esse reconhecimento na edição de 2009/2012 e está trabalhando para adquirir o reconhecimento também nesta edição 2013/2016.

Primeira Infância

É na Primeira Infância que o ser humano desenvolve suas capacidades cognitivas, motoras, sócio-afetivas e de linguagem. O investimento nesse período garante a criança, além de todos os direitos definidor em lei, o direito de ser saudável, viver em segurança e no aconchego familiar. Esses direitos são assegurados por meio das políticas públicas.

No Brasil, os direitos das crianças estão garantidos na Constituição Federal, (promulgada em 1988), e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que efetiva a doutrina de proteção integral às crianças e adolescentes facultando-lhe o desenvolvimento físico, mental, moral e social com condições de liberdade e dignidade.

Colatina tem uma população de 9.463 crianças de 0 a 6 anos (Primeira Infância) e delas 2.833 vivem em situação de vulnerabilidade social (DataSUS 2012/Bolsa Família 2013). Desde que começou a realizar a Semana do Bebê o município vem identificando diversos benefícios para as mães, as gestantes e os bebês.





 
     
     
     

 

Clique aqui para ler mais notícias desta área

imagem Últimas notícias

15/12/2017 - Colatina entre os municípios que poderão usar recursos do fundo para redução das desigualdades regio

15/12/2017 - Chuvas melhoram produção leiteira do município

15/12/2017 - Licitação.

14/12/2017 - Horário especial do comércio para as festas de Natal e Ano Novo

13/12/2017 - O especial clima natalino toma conta de nossa cidade

13/12/2017 - Votação - Conselho Tutelar

13/12/2017 - Refis 2017

12/12/2017 - Plano Municipal de Assistência Social

Copyright© 2017 PREFEITURA MUNICIPAL DE COLATINA - Todos os Direitos Reservados.
Av. Ângelo Giuberti, 343 - Bairro Esplanada - CEP 29702-712 - Fone: (27) 3177-7000
Secretaria Municipal de Comunicação Social     « Fale com o Webmaster »